Por que você deve investir em ações e como começar

No Brasil, mais ou menos 1% da população investe em ações, de acordo com dados extraídos da B3. Nos EUA, por exemplo, esse número ultrapassa os 50%, segundo o instituto Gallup.

Esse baixo número pode ser explicado por vários fatores. Entre eles, o alto nível de pobreza da população, o histórico de juros altos no país, que atraia o dinheiro dos rentistas da renda fixa, e a instabilidade econômica. Mas o maior problema do investidor brasileiro é a falta de informação e de educação financeira.

Atualmente isso tem melhorado muito. Existem diversos canais no youtube, sites e blogs, com diversas informações e cursos para quem deseja investir na bolsa de valores (alguns com qualidade outros nem tanto). Isso fez o número de CPFs cadastros em corretoras para investimentos em ações quadruplicar nos últimos 5 anos.

Mas o número ainda é muito baixo. Muitas pessoas acham a bolsa de valores um bicho papão, que vai devorar o dinheiro delas, e que para investir em ações tem quer ser rico e ter muito conhecimento e tempo disponível. Isso passa muito longe de ser verdade.

Um dos objetivos de eu ter criado o sejaricovctb.com é desmistificar o investimento em ações. Com o tempo, irei mostrar para você que não precisa ter muito dinheiro, muito menos dedicar muito tempo, para investir e ter sucesso na bolsa de valores.

Nesse post, irei apenas fazer um introdução a esse mundo, que é desconhecido e amedrontador para muita gente. Vamos lá!

Como comprar ações?

Para negociar ações você precisa se cadastrar numa corretora. Pode ser a do banco ou alguma das diversas corretoras independentes. Antigamente, os custos das corretoras dos grandes bancos eram muito maiores do que os das corretoras independentes. Hoje, você consegue negociar com seu gerente custos bastantes competitivos e, com isso, nem precisar abrir conta em outra corretora. Pesquise, compare e escolha.

Após o cadastro na corretora, você negocia ações pelo Home Broker ou até pelo próprio site. Não tem dificuldade e nem custos elevados.

Um outra maneira de investir em ações é por meio de Fundos de Investimentos em Ações (FIA). Há diversos no mercado. Eu particularmente não gosto de fundos de investimentos. Você delega e paga (caro) para alguém escolher no que investir e, muitas vezes, tem desempenho pior a se você mesmo tivesse montado a sua carteira.

Há também os ETFs (Exchange Traded Funds) que são negociados no Home Broker como se fosse uma ação, mas que na verdade são fundos que replicam o desempenho de determinado índice. No brasil, os mais conhecidos são o BOVA11 (que replica o Ibovespa) e o SMAL11 (que replica o índice de small caps). Quando você compra cotas do BOVA11, por exemplo, é como se você tivesse comprando um “pacote” com todas as ações que compõem o Ibovespa.

Não gosto muito de ETFs, pois cobram taxa de administração e você recebe uma “cesta” com muitas ações que não são de qualidade.

Quais os tipos de ações?

Praticamente todo mundo ja deve ter visto um código de uma ação. ABCD4, EFGH3, IJKL11 (códigos fictícios). Mas qual a diferença entre esses números? 3, 4, 11?

As ações Ordinárias (ON), terminadas com o número 3, são ações que dão direito a voto, ou seja, dão direito de participação na empresa. Mas o mais importante das ações ON é a proteção ao sócio minoritário, por meio do tag along. Han??? Calma!

Tag along é uma proteção aos acionistas minoritários que garante que, caso a empresa seja vendida, os acionistas minoritários tenham os mesmos direitos que os controladores. Esse tag along para ações ordinárias é de, no mínimo, 80%. As ações ordinárias do Novo Mercado (maior nível de governança corporativa) têm tag along de 100%. Ou seja, se venderem a empresa pelo preço de 10 reais por ação, terão que pagar aos minoritários os mesmo 10 reais, por exemplo.

As ações terminadas em 4 (5 ou 6) são chamadas de Preferenciais (PN). Teoricamente têm preferencia na distribuição de dividendos. Na prática não se vê tanto essa diferenciação. A maioria das empresas hoje são ou estão migrando para o Novo Mercado, onde só são permitidas ações ordinárias.

Alem de ON e PN existem as Units (11), que são quase que uma aberração. Elas não chegam a ser uma ação, mas um certificado de depósito de ações. Como se fosse uma “cesta” que pode possuir mais de um tipo de ações, como ONs e PNs. Quando você compra uma Unit você está comprando um “pacote” com x ações ordinárias e y ações preferencias, por exemplo. É mais raro no mercado e não atrai os investidores.

Portanto, o melhor tipo de ações para se ter são as Ordinárias. Elas que te dão as garantias necessárias para você se considerar realmente sócio das empresas.

E os tributos?

As ações são tributadas na venda com lucro. Há isenção para vendas até R$ 20 mil dentro do mês. Ou seja, se vendeu menos de R$ 20 mil dentro de mês, mesmo que tenha lucro, não precisa pagar o Imposto de Renda (IR).

Caso tenha vendido mais que o valor da isenção (com lucro), deve-se recolher um DARF (cod. 6015) de 15% sobre o lucro, até o ultimo dia útil do mês subsequente. Prejuízos apurados num mês, podem ser compensado com lucros dos meses posteriores. Essas regras são para operações normais.

Para operações day trade (compra e venda de ações no mesmo dia) as regras são outras. Não há isenção dos R$ 20 mil, prejuízos de day trade só podem ser compensados com lucros de day trade dentro do mesmo mês e a alíquota do IR é de 20%.

Os dividendos não são tributados e os juros sobre capital próprio distribuídos são tributados na fonte, você já recebe o valor líquido. Não precisa se preocupar com isso.

Sim, Ok! Mas porque devo investir em ações?

Antes de responder essa pergunta, você deve conhecer as duas principais maneiras de se investir:

  1. Fazer trade, comprando e vendendo ações com o intuito de lucrar no curto prazo. Nesse tipo de “investimento” usa-se muito a escola técnica, gráfica.
  2. Investir em ações com o objetivo de se tonar sócio das empresas. Aqui usa-se mais a escola fundamentalista, onde se analisa os fundamentos das empresas.

Eu já fui adepto aos dois tipos e posso lhe dizer, com certeza, que a melhor maneira de se fazer patrimônio no longo prazo é sendo sócio de boas empresas (não é assunto de hoje, mas num outro post irei explicar como escolher ótimas empresas de uma forma bem simples e sem perder tempo).

Trade, além de levar o seu dinheiro, vai tirar a sua saúde. A maioria dos traders são como viciados em jogos. O vício destrói a pessoa, tanto financeiramente como psicologicamente e, consequentemente, acaba com a saúde. Estudos comprovam que pouquíssimos (menos de 1%) traders conseguem ganhar dinheiro no mercado. O restante só se acaba. Você pode até se iludir com ganhos no curto e médio prazos. Mas depois que a empolgação e o vício tomarem conta vem a pancada grande e o desespero. Melhor não pagar pra ver.

“A negociação constante não provoca outra coisa senão maior ansiedade e menores retornos”

Investindo em Ações no Longo Prazo – Jeremy J. Siegel

Voltando ao que interessa. Por que devo ser sócio de boas empresas?

Essa pergunta você mesmo pode se responder. Você acha ruim ser sócio do Itaú, das Lojas Renner e da Porto Seguros, por exemplo? (Não são indicações de compras. Apenas exemplos para fins didáticos).

As pessoas olham o mercado de ações de modo errado. Se preocupam com os preços no curto prazo. Mas ser sócio de empresas não é isso. Ser sócio de empresas é você continuar na sociedade até que aquela empresa perca seus bons fundamentos, até que a empresa não seja mais viável para investimento. As oscilações dos preços das ações no curto e médio prazos não são nada. O que importa, o que vai tendenciar os preços no longo prazo (que é o que interessa) são os lucros das empresas.

Observem os gráficos abaixo:

Fonte: site Bastter.com
Fonte: Investindo em Ações no Longo prazo – Jeremy J. Siegel

Você observa que, no longo prazo, o retorno em investir em boas empresas é mais vantajoso que qualquer outro investimento. Além do crescimento da empresas, há o retorno por meio dos dividendos.

O problema da maioria das pessoas com o mercado de ações é não entender o mercado, não entender o que é ser sócio. O emocional, saber lidar com as altas e baixas dos preços, é muito, mas muito, mais importante que saber escolher boas empresas. Te garanto que essa última parte não tem maiores dificuldades.

“As ações não são bilhetes de loteria. Há uma empresa associada a cada ação. As empresas saem-se melhor ou pior. Se uma empresa se sai melhor do que antes, suas ações subirão. Se ela se sair pior, elas cairão. Se você possui boas empresas, que continuam a aumentar seus lucros, você terá bons resultados.”

Peter Lynch. O Jeito Peter Lynch De Investir

Sócio não fica todo dia querendo saber o valor da sua empresa para saber se vende ou não a sua participação. Sócio quer saber como estão os fundamentos, a governança, etc. E isso não muda da noite para o dia.

Se a sua preocupação for preço e rentabilidade, você será comprador de alta e vendendor de baixa, como a maioria das pessoas no mercado de ações. Por isso que a maioria não forma patrimônio e desiste.

“Isso aqui é só para gênios, os tubarões que têm muito dinheiro. Sardinha só toma ferro. Tô fora!”. Quem tem essa mentalidade, realmente é melhor ficar de fora, senão vai acabar perdendo tudo.

Também, é bom ficar bem claro que o valor separado para se tornar sócio de empresas não é para ser usado a curto e médio prazo. Deve ser dinheiro que você não tem previsão para usar.

“O mercado acionário tem o poder de transformas um único dólar em milhões por meio da poupança de gerações – mas poucos terão paciência ou desejo de suportar a espera”

Investindo em Ações no Longo Prazo – Jeremy J. Siegel

Continue acompanhando o blog, pois garanto mudar a sua relação com os investimentos, principalmente com o mercado de ações.


Dúvidas e comentários, pode deixar abaixo que comentarei.

Um comentário em “Por que você deve investir em ações e como começar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s