Quer ganhar dinheiro com ações? Controle as suas emoções primeiro

Você já aprendeu que escolher boas ações é fácil (“Como analisar ações de maneira simples e eficaz“) e entendeu a importância da diversificação (“O maior segredo dos investidores de sucesso“). Pronto! Agora você já sabe como montar uma carteira que irá lhe trazer lucros a longo prazo. 20% do trabalho está feito. “Han?!”

Isso mesmo, montar uma carteira representa apenas uns 20% do sucesso nos investimentos a longo prazo. Qualquer pessoa que tenha um smartphone e se dedicar um pouquinho montará uma boa carteira. E ainda que não queria ter trabalho nenhum, poderá procurar alguma carteira recomendada e replicar (isso não é indicado, mas, ainda assim, pode dar certo).

a maior parte do sucesso nos investimentos em ações, não está em saber montar uma carteira e sim no controle emocional

Porém a única maneira de você ter sucesso investindo em empresas a longo prazo é conseguindo controlar as suas emoções. Não adianta nada montar uma carteira com boas empresas e bem diversificada se não tiver controle emocional no mercado de renda variável.

“The superior investor is mature, rational, analytical, objective and unemotional.” (O investidor superior é maduro, racional, analítico, objetivo e sem emoção. – tradução nossa)

Howard Marks. Mastering The Market Cycle: Getting the odds on your side

Conheci muita gente com conhecimento, que sabia escolher boas empresas e até dizia, “eu sou investidor de longo prazo, sei me controlar nesse mercado”. Mas na primeira adversidade, onde o mercado não se comportou da maneira que “previa”, pulou fora. Vendeu tudo com prejuízo, xingou o mercado e disse que “isso é cassino, só se ganha na sorte. Conhece alguém assim?

Para evitar esse tipo de comportamento, vou explicar alguns pontos essenciais no controle emocional, para o investidor de ações.

Foco e disciplina

Você deve traçar um estratégia de investimentos e mantê-la independentemente do que acontecer. Opiniões de analistas, previsões políticas e econômicas, notícias, dicas de amigos, etc. Nada disso deve mudar a sua estratégia. Na verdade você deve se afastar ao máximo desse tipo de (des)informação.

Eu leio muito sobre investimentos e investidores, e todos os livros escritos por investidores de sucesso, que têm “skin in the game”, não aqueles acadêmicos, que vivem apenas na teoria, são enfáticos ao afirmar que notícias, previsões e opiniões de analistas só atrapalham.

“Não dê ouvidos a previsores econômicos ou a previsores nas ciências sociais (eles são meros fornecedores de entretenimento), mas faça sua previsão para o piquenique.”

Nassim Nicholas Taleb. A lógica do Cisne Negro: O impacto do altamente improvável 

“Mas a regra número 1 do meu livro é a seguinte: pare de ouvir os profissionais! Vinte anos nesse negócio me convenceram de que qualquer pessoa normal, utilizando os convencionais 3% do cérebro, pode escolher suas ações tão bem quanto – se não melhor – um especialista de Wall Street.”

Peter Lynch. O Jeito Peter Lynch De Investir

“Previsões geralmente nos falam mais sobre quem faz a previsão do que da previsão em si”

Warren Buffett

“Como eu viria a aprender, a maioria das reportagens, conselhos e recomendações de compra de ações não tem valor nenhum”

Edward O. Thorp. Um Homem para Qualquer Mercado

Tenha em mente uma coisa: nem você e nem ninguém pode prever o mercado. Pare de acreditar em preço alvo e em previsões para o Ibovespa. Pare de procurar notícias sobre as empresas que você quer investir, para saber se deve comprar ou vender. PARE!!

Se você continuar se preocupando com isso, e amparar as suas compras ou vendas de ações com base no que os “especialistas” acham, você irá se desfazer de boas empresas e será comprador de fundo e vendedor de pico (jargão usado para aqueles que compram nas altas e vendem nas baixas).

Por isso, planeje a sua carteira de acordo com a sua realidade e faça compras regulares sem levar em consideração o que os “especialistas” dizem.

Outra coisa, foque apenas nos seus investimentos e na sua carteira, não fique comparando com o dos outros e muito menos com os índices do mercado. Só se preocupe com aquilo que você pode controlar. Estude, monte a sua carteira diversificada e mantenha a disciplina. Tire o foco dos resultados, que isso não está sob o seu controle. O processo sendo bem feito, os resultados certamente virão.

Como diz Jason Sweig, que comenta o livro O Investidor Inteligente de Benjamin Graham: “A melhor forma de medir seu sucesso nos investimentos não é se você está superando o mercado, mas se você colocou em prática um plano financeiro e a disciplina comportamental que o possam levar aonde deseja chegar. No fim, o que importa não é cruzar a linha de chegada antes dos outros, mas se certificar de que a cruzará.”

Foco e disciplina sempre!!

Antifragilidade

Quando eu comecei a escrever esse artigo, esse tópico seria “resiliência”. Mas lembrei de um conceito muito melhor, a antifragilidade.

O conceito foi criado pelo ensaísta, estatístico e analista de riscos Nassim Nicholas Taleb, em seu livro “Antifrágil: Coisas que se Beneficiam com o Caos” (recomendo a leitura).

De acordo com a Wikipédia, o neologismo antifragilidade “seria o exato oposto da fragilidade, estando além do resiliência ou da robustez. O resiliente resiste a choques, e ao tempo, e permanece o mesmo, o antifrágil fica melhor. Esta propriedade estaria por trás de muitas coisas que mudaram com o tempo: desde ideias até mesmo a própria existência do ser humano como espécie.”

Ainda, frágil seria algo que se quebra facilmente quando submetido a alguma pressão e a alguma situação adversa e extrema. A antifragilidade é completamente oposto a isso. Situações de pressão e adversas não quebra o antifrágil, mas o torna ainda mais forte.

Mas como isso pode ser levado aos investimentos?

Na verdade tem tudo a ver com investimentos. Apesar de o conceito ser aplicado para tudo na vida, o livro é, principalmente, voltado para investidores.

Vou explicar melhor, citando meu exemplo: grande parte do investidor que sou hoje foi devido a crise dos mercados de 2008-2009. À época eu estava começando a investir e trabalhava num escritório credenciado a uma corretora. Foi um período de estresse extremo. Era gente quebrando, gente vivendo a base de calmante, outros com crises de ansiedade, enfim, foi uma época que expulsou muitos investidores do mercado de renda variável. E muitos nunca mais voltaram. Seja por falta dinheiro ou por falta de coragem.

Para mim, também, foi um período muito difícil. Apesar de estar começando e com pouco dinheiro, ver minhas economias minguando foi de um desânimo terrível. Sem contar com o desespero de muitos clientes. Viver no meio daquela agonia não foi fácil.

Mas…. não poderia ter havido uma melhor escola, para me formar com investidor. Caí, me machuquei, mas aprendi muito sobre o mercado de renda variável, muito mesmo. Eu não só não quebrei, como me fortaleci e saí ainda mais experiente e preparado para novas crises.

A antifragilidade é isso. É você aprender com as crises e sair delas ainda mais forte. É usar os períodos de quedas bruscas do mercado para fazer investimentos certos, mantendo a sua estratégia e sair deles melhor do que antes.

Se beneficie com o caos, seja antifrágil!

Não vicie

Você já deve ter visto um home broker durante o pregão da bolsa de valores. Deve ter ficado fascinado com o piscar de luzinhas verdes e vermelhas indicando as variações positivas e negativas dos ativos.

Esse colorido, que lembra um jogo de vídeo game, a possibilidade de ganhos rápidos, a euforia com as altas e o pânico com as baixas, a adrenalina durante o pregão, enfim, toda essa mistura de emoções causa, em muita gente, vício em bolsa de valores.

Segundo psicólogos especialistas na área, a compulsão pelo home broker começa sem que a pessoa perceba. Esse tipo de atividade estimula a produção de dopamina, substância relacionada ao prazer. E quando menos se percebe, a pessoa não consegue mais largar o HB. Muitos ainda ficam a noite e a madrugada olhando os mercados asiáticos tentando prever como se comportará o mercado brasileiro no outro dia.

Isso é muito sério e comum. Conheço vários assim.

Outro estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que das pessoas que tentaram day trade, 92,1% pararam em menos de um ano. Dos que prosseguiram, 97% perderam dinheiro. Nos 3% que ganharam algo, 2,6% ganharam menos de 300 reais por dia útil, em média. E o pior, a maioria não aprende com o tempo. Quanto mais insistiu, mais vezes perdeu. E porque isso? VÍCIO!

O problema não é nem perder só dinheiro, que isso um dia pode ser recuperado. Mas esse vício, como qualquer outro, pode afetar diversas outras áreas, como relacionamentos, autoestima, saúde, etc.

Se você já está assim, procure tratamento, procure um especialista se não conseguir resolver sozinho. E você que está começando agora, não entre nessa de ganhar dinheiro rápido, de ficar fazendo trade, principalmente day trade. Essa estratégia não vão lhe ajudar a formar patrimônio no longo prazo, mas pode te ajudar a quebrar, isso pra dizer o mínimo.

Pessoas que ficam o dia todo olhando cotações das ações tendem negociar mais. E isso só gera corretagem e dinheiro para as corretoras. Se for preciso apague todos os aplicativos que mostra cotações do seu celular. Entre no home broker uma vez no mês para fazer seus aportes e só. Esqueça que o mercado existe no restante do tempo.

“A negociação constante não provoca outra coisa senão maior ansiedade e menores retornos”

Jeremy J. Siegel. Investindo em Ações no Longo Prazo

Investir em ações não é negociar ABCD3. É você se tornar sócio de empresas. E os melhores resultados veem com o tempo, no longo prazo.

“As ações são o melhor investimento de longo prazo para aqueles que aprendem a resistir à volatilidade de curto prazo”

Jeremy J. Siegel. Investindo em Ações no Longo Prazo

Seu tempo deve ser gasto com o seu trabalho, produzindo algo para tentar aumentar a sua renda e, assim, conseguir aumentar os aportes e aumentar o seu patrimônio.

Não deixe que o vício acabe com o seu dinheiro e destrua a sua vida.

Paciência

Esse é um elemento que realmente falta à maioria das pessoas que começa a investir em ações. Muita gente começa na bolsa de valores querendo enriquecer rápido. Começa encantado pelo canto da sereia da ação que valorizou 15.000% em pouco tempo. Ou com a história do amigo do primo do conhecido do colega do trabalho, que está ficando rico operando no mercado. Acha que vai multiplicar o capital e ficar rico em pouco tempo.

O mercado acionário é feito para transferir dinheiro dos apressados para os pacientes”

Warren Buffett

Sinto lhe decepcionar, mas a chance de isso acontecer é mínima (para não dizer zero). “Ah, mas se eu tivesse comprado todo meu dinheiro de MGLU3 pouco tempo atrás, eu estaria rico”. Depois que passa é fácil falar isso, né?

As chances de você quebrar colocando suas “esperanças” numa ação só é muito, mas muito, maior do que você ficar rico. E tem outra, quem age assim ganha 20-30% e já sai vendendo, com medo de estar muito concentrado.

A formação de patrimônio em investimentos, principalmente em ações ocorre com o tempo, a longo prazo. No começo você vê seu dinheiro crescendo pouco, sem grandes variações. Mas o efeito da progressão geométrica dos juros compostos só será sentida com o tempo. Veja o gráfico de efeito dos juros compostos no patrimônio:

Juros compostos: patrimônio x tempo

Essa é a “beleza” dos juros compostos, considerado por Einstein como a oitava maravilha do mundo.

No começo o patrimônio cresce pouco, demora para aparecer resultados consistentes. Com o tempo, ele se desenvolve e tem ascensões mais rápidas e robustas.

 “O juro composto é a oitava maravilha do mundo. Aqueles que o entendem, ganham. Aqueles que não entendem, pagam.”

Albert Einstein

Se você não tiver paciência e nem dinheiro para fazer seus aportes regularmente, você nunca verá isso acontecer.

Então, crie uma mentalidade de longo prazo, não faça dívidas, deixe de gastar com supérfluos, crie o hábito de investir regularmente e, acima de tudo, tenha paciência para esperar o seu patrimônio crescer.

Não existe enriquecimento rápido, em nada! Muito menos em ações.

Conclusão

Portanto, espero que você reflita sobre tudo o que foi dito aqui e acredite: você só terá sucesso nos investimentos, principalmente em renda variável, como ações, se tiver um grande controle emocional.

Isso não é uma suposição. Isso não é uma teoria. Isso é uma certeza!

Mantenha o foco e a disciplina nas suas estratégias, seja antifrágil, se beneficiando com os momentos de caos , não vicie na bolsa de valores, porque isso certamente vai acabar com o seu dinheiro, a sua saúde, família, etc. e tenha paciência. A formação de um patrimônio que te traga independência financeira só virá com o tempo.

Sejaricovctb!


Se tiver alguma dúvida ou comentário, escreva abaixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s