Descubra porquê o tempo é o elemento mais importante na formação de patrimônio

Tempo é dinheiro

Quem nunca ouviu esse bordão? Essa expressão muito popular é, quase sempre, usada para dizer que a pessoa não pode perder tempo, que está com pressa e não pode ficar parada.

Mas, nesse artigo, você vai descobrir que essa expressão se encaixa perfeitamente nos seus investimentos e na formação do seu patrimônio.

Antes de entrarmos no assunto “tempo”, vamos falar um pouco sobre um outro elemento que você, e todo mundo, adora:

Rentabilidade

As perguntas que mais ouço de pessoas que estão começando a investir, e até de investidores com mais experiência, são: “Essa aplicação rende quanto?”; “Vai me render quanto se eu investir nesse produto?”; “Vi que bitcoin rendeu 1.000% em pouco tempo, ainda vale a pena comprar?”; “Você tem aquela ação? rendeu 200% em poucos dias”; blá, blá, blá…

A tal da rentabilidade é o que faz os olhos dos “investidores” brilharem. É o canto da sereia!

As corretoras incentivam isso, as casas de research incentivam isso, por que isso atrai clientes, isso atrai a sua atenção. Quem não fica deslumbrado com aquela promessa de se conseguir xxx% rapidamente?

Acontece que o que as pessoas realmente querem nessa corrida por rentabilidade é, na verdade, desejo por uma outra coisa: enriquecimento rápido. Ou, o mais rápido possível.

Por que tantas pirâmides, disfarçadas de investimentos, fazem tanto sucesso? Porque vendem a ilusão de alta rentabilidade em pouco tempo, ou seja, o enriquecimento rápido.

Muitos só saem dessa fantasia depois de perderem bastante dinheiro. Outros, nem assim aprendem. Vão atrás de uma nova oprtunidade para recuperar os prejuízos: “Dessa vez é diferente”. Até não sobrar mais nada.

Quantos não caíram na ilusão do Boi Gordo, Avestruz Master, Telex Free e a mais recente: as pirâmides dos Bitcoins. Passa pirâmide vem pirâmide e as pessoas continuam caindo e perdendo (muito) dinheiro.

“Ah, mas eu nunca caí na cilada dessas pirâmides”. Mas fica pulando de ação em ação procurando uma que renda melhor; pulando de investimento em investimento quando te prometem uma rentabilidade melhor, né? Deus tá vendo! É a mesma coisa. O efeito danoso no seu patrimônio é grande do mesmo jeito.

Aprenda o seguinte de uma vez: Fazer patrimônio robusto com investimentos depende de muita, muita, muita paciência. Depende de tempo para fazer os juros compostos transformarem os seus investimentos e o seus aportes em um patrimônio considerável (Já já eu te provo isso. Continue lendo).

E antes que você fique aí pensando: “Mas rentabilidade é ruim? Você não gosta quando seus investimentos rendem bem?” É claro que eu gosto. Claro que a valorização é boa. Alta rentabilidade é ótimo. Mas isso está fora do meu e do seu controle. Você não tem como saber quanto seus investimentos irão render, principalmente a parcela em renda variável. Isso é impossível!

E se alguém te oferecer alta rentabilidade em curto prazo e, principalmente, sem risco ou com baixo risco, segure a carteira e saia correndo. Isso é enganação! E em 99,99% das vezes termina em quebradeira (e não é do pagodão).

O segredo da riqueza é paciência!

Voltando ao nosso assunto “tempo”. Abaixo, te apresento a fórmula da formação de patrimônio:

Pode-se observar que riqueza (patrimônio) depende de três variáveis: Aporte, Taxa (rentabilidade) e Tempo.

Para quem conhece um pouco de matemática, percebe que o que faz o patrimônio crescer de forma exponencial é a variável tempo (5 x 5 = 25; 5ˆ5 = 3.125).

Por isso a importância da mentalidade de investimento a longo prazo.

Vejamos os gráficos abaixo.

A linha vermelha é de uma carteira com aportes de R$ 1.000,00 por mês, a uma taxa média de 1,5% a.m. durante 10 anos.

A linha azul é de uma carteira com os mesmos aportes mensais de R$ 1.000,00 só que a uma taxa média de 0,5% a.m durante 20 anos.

Qual o patrimônio maior? O da linha azul. Mesmo com uma taxa três vezes menor, o tempo a mais investido fez o patrimônio crescer muito mais.

Vamos ver um outro estudo, também, muito interessante.

Fonte: Gráfico tirado do site Bastter.com

Na situação acima temos três “investidores” que fazem aporte mensais de $ 1.000,00, com uma rentabilidade anual média de 8%.

O investidor A (linha roxa) aportou e manteve os investimentos dos 25 aos 65 anos, acumulando um patrimônio de $ 3,36 milhões.

O investidor B (linha pontilhada cinza) aportou $ 1.000,00 apenas dos 25 aos 35 anos, mas manteve os investimentos até os 65 anos, chegando a um patrimônio acumulado de $ 1,89 milhão.

O último caso, investidor C (linha azul), começou a investir mais tarde, aos 35 anos, e continuou aportando até os 65 anos, acumulando um patrimônio de $ 1,47 milhão.

Observe que interessante: “B” só aportou 10 anos, mas manteve os investimentos por 40 anos. “C” aportou durante 30 anos e manteve os investimentos por 30 anos. Como começou primeiro, o fator tempo foi o grande diferencial do investidor “B”. Mesmo tendo aportado 20 anos a menos que “C”, acabou com mais patrimônio.

O poder dos juros compostos nos seus investimentos com o tempo é fantástico. É uma pena que poucos tenham paciência para isso. E quase ninguém tem noção disso.

No começo o seu dinheiro vai crescer pouco e sem grandes variações. Mas se você tiver (e puder) ter paciência (tempo) verá resultados consistentes e ascensões mais rápidas e robustas. Para você transformar 1.000 em 100.000, precisa multiplicar por 100. Mas para transformar 100.000 em 1.000.000 “só” precisa multiplicar por 10.

É como uma bola de neve descendo a montanha. Quanto mais tempo ela rola, maior ela fica. Se você parar essa bola assim que começar a girar, ela nunca vai crescer.

E te garanto que não é correndo atrás de rentabilidade que você conseguirá isso. Ficar procurando rentabilidade faz você correr riscos desproporcionais ao ganho prometido, faz você girar patrimônio, pulando de um investimento para o outro, pagando taxas e impostos…tudo isso são freios na sua bola de neve.

Ninguém vende “tempo”. Ninguém vende “deixe seus investimentos quietos aí para os juros compostos fazerem efeito”. Dinheiro parado não dá dinheiro para banco, corretora, casas de research, etc. Você tem que girar, pagar taxas e comissões, senão ninguém ganha. Aliás, nesse giro, só um perde: Você!

Além do mais, os únicos elementos que você consegue controlar na fórmula de patrimônio são o aporte e o tempo que você mantém os seus investimentos. A rentabilidade, principalmente em renda variável, você não tem controle algum. Então, não adianta perder tempo com isso e ficar pulando de galho em galho, pois isso só vai atrapalhar.

Conclusão

Portanto, foque em tentar aumentar os seus aportes, cuidando da sua renda principal, e a permanecer o máximo possível de tempo nos seus ativos, e pare com essa nóia de rentabilidade. Deixe a sua bola de neve crescer!


Na construção de patrimônio, literalmente, tempo é dinheiro.

Foque nisso e Sejaricovctb!


Dúvidas? Comente!

Gostou? Compartilhe!

5 comentários em “Descubra porquê o tempo é o elemento mais importante na formação de patrimônio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s